Pesquisar neste blogue

Número total de visualizações de página

quarta-feira, 27 de junho de 2012

Última tartaruga da sub-espécie tartaruga-de-pintas-das-Galápagos

Uma tartaruga gigante, a última de sua subespécie, morreu nas ilhas Galápagos ontem, domingo, segundo informações do Parque Nacional local. Lonesome George, como era conhecido, foi identificado na ilha de Pinta pela primeira vez em 1972, quando acreditava-se que sua subespécie já havia sido extinta. Ele tinha entre 90 e 100 anos, mas essa subespécie poderia chegar até 200 anos. Ao longo de décadas, ambientalistas tentaram, sem sucesso, fazer com que a tartaruga de Galápagos se reproduzisse com fêmeas de subespécies geneticamente parecidas. As tartarugas eram abundantes nas ilhas Galápagos até o final do século 19, quando começaram a ser caçadas por pescadores e marinheiros, atraídos pela carne do animal. Aí começou seu processo de extinção. As diferenças na aparência das tartarugas das diferentes ilhas de Galápagos foram um dos elementos usados por Charles Darwin para formular sua Teoria da Evolução.

terça-feira, 26 de junho de 2012

7 Biliões

Já somos 7 biliões segundo o site Appolo11.com

PARABÉNS!!!!!!!!!!!

domingo, 24 de junho de 2012

Sondagem

As sondagens no fim da página estavam certas porque conseguimos chegar ás 1000 visualizações antes de agosto.

Visitante 1000

O visitante 1000 é alemão.

1000!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Impressionante!!!!!!!!!! Chegámos às 1000 visualisaçoes em menos de um ano. Chegámos às 1000 visualizações às 14h 16m 55s do dia 24/06/2012 no horário de Lisboa.

sábado, 23 de junho de 2012

Dois novos planetas fora do sistema solar!!!!!!!

Foram descobertos dois novos Planetas fora do sistema solar!!!!

 Dois planetas fora do sistema solar, um rochoso como a Terra e outro gasoso como Neptuno, gravitam a uma distância muito curta entre eles, um fenómeno jamais visto no Universo. Os resultados da descoberta foram publicados esta quinta-feira na edição digital da revista «Science», citada pela agência AFP. Segundo astrónomos norte-americanos, os dois planetas aproximam-se o mais possível um do outro, em média a cada período de 97 dias. Nessa altura, estão separados por uma distância cinco vezes inferior à que separa a Terra da Lua. Os peritos descobriram os dois exoplanetas (planetas fora do sistema solar) ao analisarem os dados recolhidos pelo telescópio Kepler, capaz de detectar um exoplaneta quando este passa diante da sua estrela, diminuindo brevemente a sua irradiação. Os dois planetas formam, por si só, um novo sistema planetário, orbitando, cada um, uma estrela parecida com o Sol. O planeta mais próximo da estrela, Kepler-36b, é rochoso como a Terra e cerca de 1,5 vezes o tamanho do «planeta azul», mas com uma massa 4,5 vezes superior à deste. O Kepler-36b gira em torno da sua estrela em 14 dias, a uma distância média de menos de 17,7 milhões de quilómetros. Já o segundo planeta, Kepler-36c, é gasoso como Neptuno, 3,7 vezes maior do que a Terra e com uma massa oito vezes superior à do «planeta azul». O «Neptuno quente», assim chamado devido à sua proximidade com a sua estrela, orbita esta em 16 dias, a uma distância de 36,21 milhões de quilómetros. A proximidade entre os dois exoplanetas provoca grandes forças gravitacionais que os comprimem e os distendem, sustentam os astrónomos, que procuram compreender o motivo por que dois planetas tão diferentes podem reencontrar-se em órbitas tão próximas. No sistema solar, planetas rochosos como Marte, Mercúrio e Terra estão próximos do Sol, enquanto os gasosos como Júpiter, Saturno, Urânio e Neptuno evoluem a uma distância maior. Apesar do sistema estrelar Kepler-36 ser o primeiro a mostrar a proximidade entre um planeta rochoso e um gasoso, é provável que, de acordo com os astrónomos, tal constatação não seja rara na Via Láctea. O sistema Kepler-36 é formado por duas estrelas da constelação Cisne, que dista cerca de 1.200 anos-luz da Terra.

sábado, 9 de junho de 2012

Euro 2012

Hoje,às 19h45 ,na RTP 1 ,PORTUGAL-ALEMANHA ,para o EURO 2012

 Força Portugal!!!!!!!!!!!!!!

terça-feira, 5 de junho de 2012

Trânsito de Vénus

Neste preciso momento, o Planeta Vénus, é visível completamente no céu, a este fenómeno dá-se o nome de trânsito e o nome do planeta. Este fenómeno decorrerá 5 ou 6 dias. Aqui em Lisboa (nossa sede) não é possível assistir porque o céu está nublado.

sábado, 2 de junho de 2012